Notícias Trabalhistas

G20 Brasil – Mais de 50 delegações discutem trabalho e emprego

MTE

O Ministro do Trabalho e Emprego, Luiz Marinho, abriu nesta terça-feira (20) reunião virtual para um balanço do encerramento da 1ª Primeira Reunião Técnica do Grupo de Trabalho sobre Emprego do G20 Brasil. A reunião teve a participação de representantes governamentais de mais de 50 delegações, de todos os continentes (países membros e convidados), organizações sindicais e sociedade civil. A coordenação dos trabalhos foi feita pela subchefe da Assessoria Especial de Assuntos Internacionais do MTE, Maíra Lacerda, com o apoio de Adriana Martins, chefe da Divisão de Temas Sociais do Ministério das Relações Exteriores (MRE).

As 4 prioridades do GT Trabalho sobre Emprego no G20 Brasil são a Criação de empregos de qualidade e promover o trabalho decente para garantir a inclusão social e eliminar a pobreza; promover uma transição justa no processo de transformações digitais e energéticas; tecnologias como caminho para a melhoria da qualidade de vida de todos; e a Igualdade de gênero e promoção da diversidade no mundo do trabalho.

A representante do MTE explicou na reunião como foram discutidos os destaques estabelecidos pela presidência brasileira, que são a criação de empregos de qualidade e promover o trabalho decente para garantir a inclusão social e eliminar a pobreza; transição justa diante das transformações digitais e energéticas. Maíra explica que transição justa significa não deixar ninguém para trás na formação de trabalhadores para o mundo do trabalho. “Trazer pessoas que estão, por exemplo, numa atividade extrativista, que precarize o meio ambiente, para empregos verdes. Para não deixar ninguém para trás em face dessa transformação, inclusive, climática”, argumentou.

As tecnologias são outra prioridade como meio de melhorar a qualidade da vida de todo mundo. Ela lembra que já faz algum tempo que o GT dos Aplicativos debateu muito o trabalho por plataformas digitais. “O ministro Marinho decidiu que devemos ampliar o debate para falar do impacto da tecnologia no mundo do trabalho em geral”, revelou.

A igualdade de gênero, incluída na pauta prioritária de debates desde o G20 Austrália, realizado em Brisbane, foi mantida pelo Brasil por mais um ano. “O ministro Marinho decidiu ampliar o debate para falar da promoção da diversidade no mundo do trabalho”, frisou Maíra.

Especificamente, explicou, para o Grupo de Trabalho sobre emprego busca-se resultados concretos, como é um repositório de políticas de proteção social. Além disso, “É buscar apoio para que os membros e convidados apoiem a coalizão global da OIT pela justiça social”. Ela conta que há ainda o objetivo de encorajar os membros a aderirem à coalizão internacional pela igualdade de pagamento salarial, iniciativa da OIT, da ONU Mulheres e da OCDE.

Na reunião estavam presentes representantes da Organização Internacional do Trabalho (OIT), Unesco, Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), Banco Mundial, Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE e União Africana.

Próximos encontros - A pauta da reunião presencial do GT, que será realizada nos dias 28 e 29 de março, em Brasília, terá como principal tema em debate a Igualdade de Gênero e a Promoção da Diversidade no mundo do trabalho, em celebração ao 8 de março - Dia Internacional da Mulher. O MTE pretende lançar o primeiro relatório de transparência salarial entre homens e mulheres no mês de março próximo. O documento tem por objetivo avaliar a igualdade de salários e remuneração, cumprindo o que preconiza a Lei 14.611/23.1.

Briefing à imprensa - Acompanhe briefing à imprensa do Grupo de Trabalho sobre Emprego, na íntegra, no seguinte link: https://youtube.com/watch?v=tYjlcYttDiM

FONTE: Ministério do Trabalho e Emprego

1000 Caracteres restantes


Cássia Maia
PUBLICADO POR

CÁSSIA MAIA

JORNALISTA
SOBRE MIM

Sou graduada em Comunicação Social, com ênfase em jornalismo multimídia, Locutora e membro da equipe DP Objetivo como jornalista e redatora.

Os conteúdos deste site não substituem ou dispensam a consulta a um profissional especializado para um caso concreto.
CONFIRA NOSSOS PLANOS DE CONSULTORIA TRABALHISTA

Fica autorizada a divulgação e publicação de qualquer conteúdo gratuito deste site desde que citadas as fontes.

Grupo: false | Modulo: false | Exibir: true