Notícias Trabalhistas

Cidadão pode acessar diretamente os serviços do INSS, sem precisar de intermediários

INSS

Os serviços oferecidos pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) são gratuitos e o cidadão pode acessá-los diretamente no site ou aplicativo Meu INSS, sem precisar de intermediários. Além das Agências da Previdência Social (APS), o INSS, nos últimos anos, tem ampliado a rede de atendimento por meio da assinatura de Acordos de Cooperação Técnica (ACT) com entidades representativas de trabalhadores, como sindicatos e associações, ou governos municipais e estaduais – que passam a atuar como entidades conveniadas e também não cobram nenhuma taxa pelos serviços prestados.

O cidadão precisa estar atento porque estabelecimentos privados, como lan houses, lojas e instituições financeiras, entre outros, não estão autorizados a prestar serviços em nome do INSS. Ao buscar esses locais, a pessoa pode colocar os dados pessoais e informações sobre benefícios, vínculos e remunerações em risco, e sofrer tentativas de golpe.

É importante também ter cuidado com pessoas físicas que oferecem vantagens e facilidades relacionadas aos serviços previdenciários e desconfiar de abordagens de indivíduos que se apresentam como influentes e poderosos e capazes de conseguir coisas impossíveis. Caso o cidadão prefira ser assistido por alguém, o recomendado é que busque pessoa de confiança. Optando pelo auxílio de um advogado, é necessário conferir se é um profissional cadastrado na Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). Assim, evita-se a ação de pessoas mal-intencionadas.

O INSS também disponibiliza atendimento remoto, por telefone ou pela internet. Por telefone, a Central 135 oferece atendimento personalizado de segunda a sábado, das 7h às 22h. Em algumas situações específicas, a central pode entrar em contato com o cidadão (para confirmar ou remarcar um agendamento, por exemplo). Neste caso, o número que aparece no visor é o (11) 2135-0135. O atendente não vai solicitar informações pessoais, como números de documentos e senhas. Se desconfiar da chamada, o cidadão deve desligar e ligar gratuitamente para a Central 135.

Atenção na escolha da senha

O cidadão também deve ter cuidado com o Meu INSS. A senha de acesso é a mesma do portal Gov.br, que permite solicitações e consultas em diversas bases governamentais federais. Recomenda-se não escolher senhas fáceis, como datas de nascimento, nomes de familiares, ou outros dados que possam ser deduzidos facilmente.

Quem tem dificuldade de memorizar, deve anotar a senha escolhida e guardar em lugar seguro. A plataforma Meu INSS tem uma aparência simples, para facilitar a navegação e a operação do sistema, mas caso o segurado tenha dificuldades com o uso da tecnologia, pode solicitar auxílio de alguém de confiança ou buscar a orientação da Central 135, Agências da Previdência Social ou das entidades conveniadas.

FONTE: INSS
POR: Conceição Menezes

1000 Caracteres restantes


Cássia Maia
PUBLICADO POR

CÁSSIA MAIA

JORNALISTA
SOBRE MIM

Sou graduada em Comunicação Social, com ênfase em jornalismo multimídia, Locutora e membro da equipe DP Objetivo como jornalista e redatora.

Os conteúdos deste site não substituem ou dispensam a consulta a um profissional especializado para um caso concreto.
CONFIRA NOSSOS PLANOS DE CONSULTORIA TRABALHISTA

Fica autorizada a divulgação e publicação de qualquer conteúdo gratuito deste site desde que citadas as fontes.