Notícias Trabalhistas

CadÚnico: saiba como se inscrever e acessar os programas do Governo Federal

CadÚnico

Mais de 30 programas sociais e 43 milhões de famílias atendidas em 2024. O Cadastro Único (CadÚnico) é o caminho para a população brasileira acessar programas como o Bolsa Família, o Benefício de Prestação Continuada (BPC), a Tarifa Social de Energia Elétrica, a Carteira da Pessoa Idosa, entre outras assistências sociais. Um instrumento do Governo Federal para levar benefícios e qualidade de vida ao cidadão. 

As famílias com renda mensal de até meio salário-mínimo por pessoa podem se cadastrar e as com renda acima deste valor podem se inscrever para participar de programas ou serviços específicos.

Confira os critérios do CadÚnico:

Quem pode se cadastrar?

Podem se inscrever no CadÚnico famílias que têm renda mensal de até meio salário-mínimo (R$ 1.412) por pessoa, o equivalente a R$ 706,00. Para calcular o valor, basta somar a renda de todos e dividir pelo número de pessoas que compõem a família. O CadÚnico também atende a comunidades tradicionais e a grupos específicos, como indígenas, quilombolas, ribeirinhos e população em situação de rua.

Como fazer a inscrição no CadÚnico?

As inscrições são gratuitas e podem ser feitas pessoalmente, em um Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) ou outro posto de atendimento do município onde a família mora. O responsável pela família precisa ir ao local de atendimento para fazer o cadastro, levando os documentos de todas as pessoas da família que moram com ele.

Quais documentos são necessários para fazer o CadÚnico?

O MDS pede que sejam apresentados os CPFs de todos da família, um documento com foto do responsável e um comprovante de residência, de preferência, a conta de luz. Cada pessoa deve ser cadastrada com a sua família.

Quem mora sozinho pode se cadastrar?

Pessoas que moram sozinhas podem se cadastrar também.

O que deve fazer quem mora com a família, mas se cadastrou sozinho?

Quem se cadastrou sozinho, mas mora com a família, deve cancelar sua inscrição e fazer uma incluindo todas as pessoas que moram na mesma casa.

Para isso, basta acessar o aplicativo ou site do Cadastro Único e cancelar. O passo a passo é: entrar no site ou no aplicativo, fazer o login “gov.br” e depois clicar em “Cancele o seu cadastro”. Para baixar o aplicativo, clique aqui ou acesse suas informações no site https://cadunico.cidadania.gov.br/.

Depois de cancelar o cadastro, é preciso procurar o posto de cadastramento para se cadastrar com a sua família.

Quais programas sociais usam o Cadastro Único?

Os principais programas e benefícios do Governo Federal que utilizam o Cadastro Único são o Programa Bolsa Família, o Benefício de Prestação Continuada (BPC), a Tarifa Social de Energia Elétrica, Minha Casa Minha Vida, Renova, Poupança Ensino Médio, Carteira da Pessoa Idosa, Água Para Todos (Cisternas), e Isenção de Taxa em Concursos Públicos.

O Governo Federal alerta que muitos estados e municípios têm seus próprios programas sociais que utilizam o Cadastro Único. Para saber quais são, procure um Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) ou o Posto de Cadastramento de sua cidade.

Como atualizar os dados do CadÚnico?

O MDS reforça a importância de manter os dados da família sempre atualizados. Por exemplo, se você ou sua família mudaram de endereço, se as crianças foram transferidas de escola, se vieram pessoas novas morar na casa ou se alguém trocou de emprego ou perdeu o trabalho, a pessoa responsável pela família precisa ir ao local de atendimento e atualizar o cadastro.

É importante levar os documentos de todas as pessoas da família, principalmente os CPFs de todos, documento com foto do responsável familiar, além do comprovante de residência.

Como consultar os dados do Cadastro Único?

As famílias cadastradas podem ter acesso às informações do CadÚnico pelo site https://cadunico.dataprev.gov.br ou pelo aplicativo do Cadastro Único.

Tanto no site como no aplicativo, a família pode obter um comprovante de cadastramento, consultar o cadastro completo e programas sociais recebidos. Para isso, é preciso clicar entrar no site ou aplicativo, fazer o login “gov.br” e depois navegar pelos botões do sistema.

FONTE: Agência Gov
POR: Daniella Cambaúva

1000 Caracteres restantes


Cássia Maia
PUBLICADO POR

CÁSSIA MAIA

JORNALISTA
SOBRE MIM

Sou graduada em Comunicação Social, com ênfase em jornalismo multimídia, Locutora e membro da equipe DP Objetivo como jornalista e redatora.

Os conteúdos deste site não substituem ou dispensam a consulta a um profissional especializado para um caso concreto.
CONFIRA NOSSOS PLANOS DE CONSULTORIA TRABALHISTA

Fica autorizada a divulgação e publicação de qualquer conteúdo gratuito deste site desde que citadas as fontes.